A Moeda

A imagem da moeda exposta neste Portal era a mesma moeda utilizada nos tempos de Jesus, a qual prevaleceu até o primeiro século da Era Cristã. Era um denário (denarius, em latim, plural denarii), uma pequena moeda de prata de maior circulação no Império Romano e correspondia ao salário diário de um trabalhador. Com a moeda, era possível comprar em torno de oito quilos de pão. Para alguns estudiosos, o denário foi cunhado pela primeira vez em 211 a.C., durante a República, e valia dez asses, daí o seu nome, que significa”que contém dez”. Alguns autores dizem que a moeda começou a ser cunhada cerca de 187 a.C., em Brútio, enquanto outros, como S. I. Kovaliov, defendem a ideia de que ela começou a ser cunhada por volta de 268 a.C e, em torno de 141 a.C., foi reavaliada para dezesseis asses, devido à diminuição do tamanho do asse. Essa moeda continuou a ser a principal moeda em circulação no Império até sua substituição pelo antoniniano, em meados do século III d.C. Já a moeda de ouro, chamada de “um áureo”, valia 25 denários.

Depois da sua extinção, o denário continuou a servir de unidade de conta no Império Romano e, posteriormente, diversos países adotaram o termo “denário” (ou uma variação) para designar as suas moedas nacionais, como o “denier” francês e o “dinar” ( ????? ), usado em países árabes. As palavras dinheiro, em português, e dinero, em espanhol, vêm do latim denarius.

O denário do Portal traz justamente a efígie do César da época, ou seja, Tibério Cláudio Nero, nome de nascimento até a sua adoção, quando passou a chamar-se Tibério Júlio César até a sua ascensão ao trono, quando recebeu o nome de Imperador Tibério Júlio César Augusto. Foi o segundo Imperador Romano nascido em Roma e nomeado por Augusto como seu sucessor. Tiberius mandou cunhar as moedas que tinham, de um lado, a sua imagem com uma inscrição dizendo – Tiberius César Augustus Filho do Divino Augustus– e, do outro lado, ele sentado num trono e embaixo a inscrição – “Maximus Pontifex” (Sumo Sacerdote).

Em seu império, Tibério Júlio César Augusto reforçou o caráter oligárquico do poder, passou ao Senado a prerrogativa de eleger os magistrados e enfrentou conspirações palacianas, que resultaram em processos de lesa-majestade, execuções e suicídios. Contribuiu para o assentamento do poderio de Roma, de tal modo que, graças a ele, o império foi capaz de sobreviver aos lendários excessos de seus líderes.

Ele era filho do magistrado Tibério Cláudio Nero e de Lívia Drusila. O menino e seu irmão Druso passaram a fazer parte da família imperial em decorrência do segundo casamento de sua mãe com Augusto. Educado para a carreira militar, fez brilhantes campanhas na Panônia e na Dalmácia, que lhe garantiram o apoio popular. Casou-se com a filha de Marcos Agripa, Vipsânia Agripina, da qual se divorciou por ordem do Imperador após a morte do sogro (12 a.C.), para casar com Júlia, filha de Augusto e viúva em terceiras núpcias de Agripa. Foi nomeado tribuno (6 a.C.), mas em virtude da vida libertina de sua mulher, auto-exilou-se na ilha de Rodes e deixou Júlia em Roma. Com o desterro de Júlia para a ilha de Pandatária, regressou a Roma, obteve novas vitórias na Germânia e foi adotado por Augusto (4 d.C.). Com a morte do Imperador (14 d.C.), precedida das mortes de outros herdeiros do trono, foi eleito sucessor pelo Senado com o nome de Tibério Júlio César Augusto e proclamado três anos depois. No início de seu governo, regularizou a economia pela redução dos gastos públicos, assegurou as fronteiras por meio de uma política conservadora, que prescindiu das invasões, consolidou as instituições, reduziu o poder do Senado, reforçou também a Marinha, exilou a comunidade judaica e determinou o fim dos duelos de gladiadores. Após a tentativa de golpe de estado organizada pelo seu principal conselheiro, Lúcio Sejano, que, em razão disso, foi condenado à morte, submeteu Roma a um regime de terror, não combateu a corrupção e permitiu a libertinagem. Adotou Calígula como filho e sucessor.

(Visited 32 times, 1 visits today)

1 COMENTÁRIO

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui