O Corpo de Bombeiros do Amazonas localizou o missionário Vladimir Menezes Cunha, de 59 anos, que estava desaparecido há nove dias na selva, nas proximidades da comunidade indígena do Limoeiro, dentro do município de Lábrea, a 852 quilômetros de Manaus. No primeiro trimestre, 11 ocorrências de busca e resgate em ambiente de floresta foram registradas pelos bombeiros.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o missionário Vladimir Menezes Cunha sumiu na manhã do dia 24 de março, após sair para uma atividade na floresta. Ele não retornou à comunidade indígena e, dentro do prazo de 24 horas, os membros da igreja foram até a delegacia de Polícia Civil em Lábrea para registrar o desaparecimento dele.

Dois dias depois, no dia 26 de março, o Corpo de Bombeiros foi acionado e, de prontidão, o chefe de Estado Maior Geral, coronel Jair Ruas Braga, designou três bombeiros para fazer as primeiras buscas pelo missionário. “Os bombeiros partiram na manhã do dia 27 de avião para a operação de busca, salvamento e resgate. Ficamos monitorando toda a ação para ver se precisaríamos enviar um efetivo maior”, disse o coronel.

De acordo com o soldado bombeiro Danilo Ferreira, a equipe também contou com a ajuda de comunitários e indígenas. “Fizemos buscas em uma área de 70 quilômetros de distância da comunidade. Tivemos a ajuda dos ribeirinhos e indígenas. Os bombeiros pernoitaram por dois dias na mata seguindo os rastros do desaparecido, mas até então sem sucesso”, relatou Danilo.

(Visited 113 times, 1 visits today)

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui