O deputado estadual Wilker Barreto (PHS) fez a denúncia na quarta-feira, 27, contra a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc-AM). Segundo o parlamentar, foi identificado um superfaturamento no contrato do “sopão de peixe” para atender alunos do Ensino Fundamental, Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) das escolas da capital e interior do Amazonas.

Em seu pronunciamento na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o humanista revelou que a Seduc contratou por sopão de peixe um valor unitário de R$84,76, totalizando R$ R$4.756.731,20, valor empenhado no dia 15 de março deste ano, sendo o fornecimento ‘em pó’ numa embalagem de 1kg.

A empresa Manahh Indústria e Comercio de Produtos Alimentícios LTDA, diz que houve equívoco quanto a denúncia sobre superfaturamento da merenda escolar, pois não foi observado que o real custo unitário (por aluno) e divulgou a nota abaixo:

NOTA À IMPRENSA
A empresa Manahh Indústria e Comercio de Produtos Alimentícios LTDA vem a público esclarecer a sociedade amazonense sobre notícias veiculadas na semana passada por alguns blogs e sites de notícias, envolvendo um contrato com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc).
O contrato é referente à aquisição de concentrado proteico de peixe, popularmente chamado “sopão de peixe”, no valor unitário de R$ 84,76, o quilo. Sobre este assunto, temos as seguintes informações técnicas:
1 – O concentrado proteico, oferecido em embalagens de 1kg, rende entre 8,5 a 10 litros de sopa, suficiente para 30 porções. *Ou seja, o custo é de R$ 2,82 por aluno, por uma refeição completa, de origem natural, isenta de conservantes e aditivos*. A sopa de peixe é rica em proteínas, vitaminas e minerais – essenciais para o desenvolvimento infantil.
2 – Além do aspecto nutricional, o produto foi desenvolvido para resolver desafios logísticos, como o de levar merenda escolar a todos os municípios do Amazonas. As embalagens de 1kg levam em consideração a praticidade no transporte, armazenagem, condicionamento e até o tamanho médio das panelas utilizadas pelas merendeiras.
3 – Por seu teor nutricional, praticidade e rendimento, o concentrado proteico é um produto único no mercado. Foi desenvolvido por pesquisadores amazonenses em institutos renomados, e utiliza peixes regionais (tambaqui) como matéria-prima. A cadeia produtiva montada pela Manahh beneficia diretamente dezenas de famílias de pescadores da região de Manacapuru.
Temos a convicção e o orgulho de oferecer um produto de altíssima qualidade,  desenvolvido e produzido no Amazonas, de gerar empregos, pagar impostos e contribuir para o crescimento da economia local.
Acreditamos que a informação de qualidade é a melhor arma contra inverdades, e por isso nos colocamos à disposição das autoridades, parlamentares e jornalistas para esclarecer qualquer detalhe sobre nossos produtos.
Atenciosamente,
Manahh Indústria e Comercio de Produtos Alimentícios LTDA.

(Visited 41 times, 1 visits today)

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui