O governador eleito, Wilson Lima, definiu os novos titulares da Prodam, Amazonprev, Cosama, Ciama, Agência de Defesa Agropecuária e Florestal (Adaf), Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (AADES), Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) e Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam).

Assume a Prodam, João Guilherme de Moraes Silva, 57 anos, formado em Processamento de Dados pelo Instituto de Tecnologia da Amazônia (Utam) e em Direito pela Uninorte. É também mestre em Engenharia Elétrica na área de Telecomunicações. Idealizador do programa Amazônia Conectada, João Guilherme já atuou como técnico e gestor em órgãos federais, estaduais e municipais, entre os quais a Fucapi, Prefeitura de Manaus, Prodam, Tribunal de Justiça do Amazonas e Ifam.

Na Amazonprev, assume André Luiz Zogahib, 36 anos, nascido em Manaus e graduado e especialista em Administração Pública, mestre em Administração Pública pela FGV e doutor em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É professor concursado da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), nas áreas de planejamento e orçamento público, há onze anos, e atualmente ocupa a coordenação do mestrado em Segurança Pública, Cidadania e Direitos Humanos da instituição.

Assume a direção da Cosama, o administrador Armando Silva do Valle, 57 anos, natural de Manaus e formado em Administração pela Ufam, com MBA pela USP e Coach pela Sociedade Latino-Americana de Coaching. Já atuou como superintendente da Caixa e da Suhab, secretário municipal de Finanças de Parintins e consultoria na área empresarial.

Aluizio Brasil Barbosa Ferreira, 74 anos, assume a Ciama. Nascido no município de Benjamin Constant, é graduado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Paraná e especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho e em Administração de Empresas e Negócios. Já foi diretor-presidente da Ciama, diretor-administrativo da Fucapi e da Prodam e presidente do CREA-AM.

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado (Adaf) será dirigida por Alexandre Henrique Freitas de Araújo, 56 anos, engenheiro agrônomo com especialização em Gestão Pública. Foi diretor-presidente da Codesav, secretário executivo da Sepror e diretor da Adaf.

Ezequias Nascimento dos Santos, 43 anos, assume a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (AADES). Natural de São Luís (MA), Ezequias é formado em Odontologia e Administração e atua há mais de 25 anos como cirurgião-dentista e professor de pós-graduação.

Na Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), assume Sandro Luiz Sarkis, 46 anos, natural de Sena Madureira (AC) e que mora em Manaus há 44 anos. Formado em Direito, com especialização em Segurança Pública e Direitos Humanos, atualmente está delegado de polícia e já foi titular de DIPs, Departamento de Polícia do Interior, Delegacia Ambiental e do Consumidor e diretor do Departamento de Combate ao Crime Organizado.

Assume o Idam, a engenheira agrônoma Eda Maria Oliva Souza, 73 anos, natural da Bahia. Graduada na Ufam, com especialização em Planejamento Ambiental pela FGV, em Implementação e Elaboração de Projetos pela GTZ-Alemanha e treinamento em Rural Socio-Economic Projection pela Jica – Japão. É gerente de convênios do Idam e tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em extensão rural, projetos e convênios, bem como atuação em Gestão e Planejamento Governamental, Políticas Públicas e Desenvolvimento Sustentável.

(Visited 413 times, 1 visits today)

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui