Depois de se sagrar campeão pela 11ª vez em Montecarlo e também erguer o seu 11º troféu em Barcelona, Rafael Nadal manteve o seu domínio na temporada de saibro nesta quarta-feira ao estrear no Masters 1000 de Madri com uma arrasadora vitória sobre Gael Monfils. O espanhol bateu o francês por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, em apenas 73 minutos, na abertura de sua campanha em busca do hexacampeonato da competição espanhola, faturada por ele em 2005, 2010, 2013, 2014 e 2017.

O atual líder do ranking mundial estreou diretamente na segunda rodada e assim assegurou classificação às oitavas de final, fase em que terá pela frente o ganhador do duelo entre o seu compatriota Feliciano López e o argentino Diego Schwartzman, também previsto para ser encerrado nesta quarta.

O triunfo fácil sobre Monfils, ex-Top 10 que hoje ocupa o 41º lugar da ATP, também fez Nadal ampliar para o seu recorde de sets seguidos vencidos em jogos realizados em quadras de saibro. Agora ele acumula 48 parciais consecutivas sem derrotas em 20 partidas, em uma série incrível que começou na abertura de sua campanha de 2017 em Roland Garros, em Paris, onde faturou o seu 10º título do Grand Slam francês.

Dominante nesta superfície, o tenista de Maiorca não teve dificuldades para confirmar favoritismo diante de Monfils. Além de confirmar todos os seus saques, aproveitou quatro de dez oportunidades de quebrar o serviço do francês, que sofreu nesta quarta a sua 14ª derrota em 16 partidas contra o espanhol.

A última vez que Nadal perdeu um set e também um jogo no piso de saibro foi em maio do ano passado, quando caiu diante do austríaco Dominic Thiem nas quartas de final do Masters 1000 de Roma. Na semana passada, em Barcelona, o número 1 do mundo conquistou o 77º título de sua carreira e espera faturar o 78º em Madri para chegar ainda mais confiante como principal favorito a ganhar seu 11º troféu de Roland Garros, cuja próxima edição começa no dia 21.

Em outro jogo encerrado há pouco em Madri, o norte-americano John Isner confirmou a condição de sétimo cabeça de chave em sua estreia ao bater o seu compatriota Ryan Harrison por 2 sets a 0, com duplo 7/6, sendo que ganhou um tie-break por 7/1 e um outro por 9/7.

Assim, Isner também se garantiu nas oitavas de final e terá como próximo rival o uruguaio Pablo Cuevas, que horas mais cedo bateu o espanhol Albert Ramos-Viñolas por 2 sets a 1.

Estadão Conteúdo

(Visited 10 times, 1 visits today)