A atividade econômica no País cresceu 0,3% no primeiro trimestre na comparação com o último trimestre do ano passado, com ajuste sazonal, segundo o indicador da Serasa Experian. Esse número ficou acima do apurado somente em março, quando o índice marcou alta de 0,1% ante igual mês do ano passado. Em relação ao primeiro trimestre de 2017, sem ajuste, o crescimento foi de 1,4%.

O desempenho da economia manteve a trajetória de expansão no primeiro trimestre do ano, embora em ritmo mais brando do que o esperado, ressaltam os economistas da Serasa.

A agropecuária foi destaque no indicador da instituição pelo lado da oferta, ao crescer 1,9% em março e 5,7% no acumulado do primeiro trimestre, segundo a nota. Em contrapartida, a indústria recuou 0,9% no mês e 1,5% no período de janeiro a março deste ano. Já o setor de serviços apresentou leve alta de 0,1% em março e também no acumulado de 2018 até março.

Em relação ao primeiro trimestre do ano passado, a agropecuária recuou 0,8%, a indústria cedeu 1,3% e o setor de serviços avançou 1,6%.

Sob a ótica da demanda, o consumo das famílias teve expansão de 0,8% em março e de apenas 0,3% no primeiro trimestre.

Segundo a Serasa, embora os investimentos tenham caído 0,7% no terceiro mês do ano, avançaram 1,6% no primeiro trimestre. Já o consumo do governo caiu 0,3% em março e 0,6% no primeiro trimestre.

As exportações registraram recuo de 3,0% no mês, enquanto as importações cederam 10,1% mas fecharam o primeiro trimestre de 2018 em alta de 2,5% e de 1,0%, respectivamente.

No confronto com o primeiro trimestre de 2017, o consumo das famílias cresceu 2,4% neste primeiro trimestre e o consumo do governo caiu 1,6%. Já os investimentos subiram 4,6% e as exportações, 2,4%. As importações nesta base de comparação avançaram 2,4%.

Estadão Conteúdo

(Visited 5 times, 1 visits today)