Militares russos afirmaram nesta quarta-feira, 11, que vão enviar tropas à cidade síria de Douma, onde aconteceu o suposto ataque químico que matou 40 civis no último sábado. A declaração veio do Tenente-General Viktor Poznikhir, do Estado Maior das Forças Armadas Russas.

Segundo ele, o objetivo é garantir a segurança da cidade. Poznikhir disse que mais de 40 mil pessoas, incluindo 3,3 mil rebeldes e 8,7 mil de seus parentes já deixaram Douma com a ajuda de militares russos. Fonte: Associated Press

Estadão Conteúdo

(Visited 11 times, 1 visits today)