O técnico do Palmeiras, Roger Machado, disse nesta sexta-feira não pensar mais na final do Campeonato Paulista. Às vésperas da estreia no Campeonato Brasileiro, segunda-feira, contra o Botafogo, no Rio, o treinador foi questionado na entrevista coletiva sobre a expectativa do julgamento do próximo dia 23 em relação à decisão do Estadual, mas afirmou que, por estar focado em outras ocupações, nem sabia dessa compromisso.

“Vou te confessar uma coisa: eu não sabia nem que ia ter julgamento. É isso. Não dá tempo para olhar essas coisas”, afirmou o treinador. O clube acionou o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) para tentar anular o resultado da final com o Corinthians sob a justificativa de que houve interferência externa no árbitro Marcelo Aparecido de Souza para cancelar um pênalti dado no segundo tempo.

Roger explicou que como o Palmeiras precisou jogar na quarta-feira, contra o Boca Juniors, pela Copa Libertadores, e agora se prepara para enfrentar o Botafogo, não passou os últimos dias preocupado com os bastidores da decisão do Estadual. “A página tem que virar. Não tem tempo. Eu salientei para os atletas que em 25 anos como profissional, joguei 20 Brasileiros e ganhei só um. Nos outros 19, eu tive de administrar a frustração”, afirmou.

A equipe estreia contra o Botafogo, no Rio, e não deve ter muitas alterações em comparação aos últimos jogos. O treinador afirmou que o rótulo de favorito do Palmeiras pelo elenco e pelo poderio financeiro vai precisar ser comprovado nesta edição. “Temos que evoluir como equipe, temos grandes jogadores para várias posições. Coletivamente, a gente tem que justificar esse rótulo de equipe qualificada”, explicou.

Até o jogo no Rio, o Palmeiras vai fazer atividades na Academia de Futebol na sexta, no sábado e no domingo. Depois, a equipe viaja para o compromisso. Na segunda rodada, equipe vai estrear em casa, ao receber o Inter, no Pacaembu, no dia 22.

Estadão Conteúdo

(Visited 3 times, 1 visits today)