A eleição para o minúsculo mandato aberto com a cassação do ex-governador José Melo, traz oito candidatos, sendo que dois deles já ocuparam o cargo e cinco são políticos experientes no Parlamento e uma “marinheira” de primeira viagem.

Rebeca ladeada por Abdala Fraxe (vice) e David Almeida (Governador Interino). Atrás os Deputados Orlando Cidade e Platiny Soares.

O Partido Progressista (PP) anunciou a candidatura de Rebecca Garcia para disputar as eleições ao Governo do Estado do Amazonas, na manhã desta sexta-feira (16).

O deputado estadual Abdala Fraxe (PTN) foi confirmado como vice, segundo o presidente do partido, Francisco Garcia. O governador em exercício, David Almeida (PSD), declarou apoio à candidata.

Luiz Castro será o candidato Rede (Foto: Caio Fonseca/Rede Amazônica)

A Rede Sustentabilidade confirmou nesta sexta-feira (16) a candidatura de Luiz Castro ao governo do Amazonas, nas eleições suplementares que ocorrem em agosto deste ano. O vice será o delegado João Victor Tayah, do PSol.

A coligação, ainda sem nome definido, tem apoio da Rede e do Psol.

A convenção partidária foi realizada em um auditório da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM).

Amazonino Mendes confirmou candidatura no Amazonas (Foto: Orlando Jr/Rede Amazônica)

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) confirmou nesta sexta-feira (16) a candidatura de Amazonino Mendes ao governo do Amazonas, nas eleições suplementares que ocorrem em agosto deste ano. O vice será o deputado Bosco Saraiva (PSDB). O prefeito de Manaus, Artur Neto, confirmou apoio a Amazonino.

A coligação, ainda sem nome definido, tem apoio dos partidos: PDT, PSDB, PSD, PV e DEM.

A convenção foi realizada na sede do PDT, localizada na rua QU, casa 2, no conjunto Morada do Sol, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus.

Braga e Ramos tiveram candidaturas confirmadas durante convenção em Manaus (Foto: Paulo Paixão/Rede Amazônica)

Partido Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) confirmou nesta sexta-feira (16) a candidatura de Eduardo Braga ao governo do Amazonas, nas eleições suplementares que ocorrem em agosto deste ano. O vice será Marcelo Ramos.

A coligação “União para Tirar o Amazonas da UTI” tem apoio dos partidos: PR, PMDB, Solidariedade, PCdoB e PTB.

A confirmação ocorreu durante convenção realizada em uma quadra de escola de samba no bairro Alvorada.

Marcelo Serafim e Sirlan Cohen serão candidatos ao governo do Amazonas (Foto: Samira Benoliel/ Rede Amazônica)

Partido Socialista Brasileiro (PSB) confirmou nesta sexta-feira (16) a candidatura de Marcelo Serafim ao governo do Amazonas, nas eleições suplementares que ocorrem em agosto deste ano. O vice será Sirlan Cohen, do PMN.

“20% dos eleitores querem votar em nulo ou branco, e cabe a nós, que somos a nova geração da política, semear a esperança. Esse trabalho faremos ao longo dos próximos 45 dias, com propostas factíveis para levar o Amazonas aos bons caminhos”, defendeu Marcelo.

A coligação “Por um novo Amazonas” tem apoio dos partidos: PSB e PMN.
A convenção foi realizada na sede do PSB, rua Barão de Itamaracá, nº 5, Parque das Laranjeiras.

Wilker Barreto será candidato no Amazonas (Foto: Maritana Santos/Rede Amazônica)

Partido Humanista da Solidariedade (PHS) confirmou nesta sexta-feira (16) a candidatura de Wilker Barreto ao governo do Amazonas, nas eleições suplementares que ocorrem em agosto deste ano. A candidata a vice será a Professora Jacqueline.

“Política precisa ser feita assim, com o povo, não com partidos [e] lideranças. A nossa candidatura vem no intuito de um só item: nós gostamos do amazonas e quem ama, cuida”, resumiu Barreto.

A coligação “Por um Novo Amazonas” tem apoio dos partidos: AVANTE (que substituiu o PC do B) e PHS.

A confirmação ocorreu durante convenção realizada no Rancho Sertanejo, Av. Prof. Nilton Lins, Parque das Laranjeiras, em Manaus.

Deputados Sinésio (primeiro, da esquerda para a direita) e José Ricardo (último) anunciaram candidatura (Foto: Leandro Guedes/Rede Amazônica)

Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou a candidatura de José Ricardo Wendling ao governo do Amazonas, nas eleições suplementares que ocorrem em agosto deste ano. O vice será Sinésio Campos.

A coligação “Compromisso com o Amazonas” terá apenas o PT.

“Vamos fazer uma aliança com a luta do povo, e contra os retrocessos que estamos vendo aí. Inclusive contra esse grupo político que há mais de 30 anos está aqui, e a gente vê o resultado na área da saúde, altos índices de criminalidade, o interior do estado com falta de perspectivas econômicas e o PT vai unido, com propostas”, disse José Ricardo.

A convenção partidária foi realizada na noite desta sexta-feira (16), na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, no bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul de Manaus.

Liliane Araújo (centro) será candidata do PPS ao governo (Foto: Indiara Bessa/G1 AM)

Partido Popular Socialista (PPS) confirmou nesta quarta-feira (14) a candidatura da jornalista Liliane Araújo ao governo do Amazonas, nas eleições suplementares que ocorrem em agosto deste ano. O vice de Liliane será o cabo Lobo, da Polícia Militar.

A legenda lança candidatura da coligação “Mudança com Segurança” sem outros partidos como aliados.

“A proposta da nossa campanha é mostrar que é preciso sim arrumar a casa. Hoje o Amazonas é uma casa inabitável. É preciso a gente fazer o quê? Arrumar essa casa para a gente poder, aí sim, começar a investir em saúde, em segurança, infraestrutura, geração de emprego e renda, porque hoje nada funciona no nosso estado”, afirmou Liliane.

Silas Câmara desiste

Terceiro lugar nas eleição para a Prefeitura de Manaus em 2016, o deputado Federal, Silas Câmara (PRB), nas últimas horas do prazo sinal para as convenções partidárias anunciou, nesta sexta-feira (16), a retirada da sua candidatura da eleição suplementar para o governo do Estado, prevista para 6 de agosto.

O político informou que em 48 horas irá anunciar para qual candidato irá pedir votos nesta eleição.

(Visited 2 times, 1 visits today)

2 COMENTÁRIOS

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui