Os profissionais farão parte da equipe de atendimento, tanto por telefone, quanto diretamente nos aeroportos.

Com 14 milhões de desempregados, o mercado anda difícil para profissionais de todas as idades. No entanto, um perfil tradicionalmente enfrenta complicações maiores para se recolocar: o de brasileiros acima de 50 anos.

É justamente esse perfil que a companhia aérea Gol pretende priorizar daqui para frente, segundo o diretor de Recursos Humanos da companhia, Jean Carlo Nogueira. Nesse primeiro momento, a empresa vai destinar os profissionais sobretudo para equipe de atendimento, tanto por telefone quanto diretamente nos aeroportos.

Segundo o executivo, esse tipo de funcionário tende a nutrir uma relação de maior comprometimento com as tarefas institucionais. “Observamos que nossa equipe de call center, com diversos profissionais acima dos 60 anos, possuía um alto grau de comprometimento e entusiasmo com a função. Então, decidimos ampliar isso e trazer mais equilíbrio para o dia a dia da empresa”, explica.

PUBLICIDADE

A iniciativa integra o programa Gol Para Todos, focado em medidas de inclusão e diversidade dentro da empresa. Nogueira afirma que não há restrição de cargos e todos os perfis serão analisados igualmente. Segundo ele, cerca de 50 oportunidades são abertas todos os meses pela companhia.

Os interessados em trabalhar na empresa podem candidatar-se diretamente no site da companhia aqui: Site

(Visited 35 times, 1 visits today)

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui