Os candidatos ao governo do Amazonas já iniciaram a divulgação dos motes das suas campanhas. A primeira pesquisa irá indicar o que povo pensa dos nomes e das propostas.

Rebecca confirma candidatura e diz: “Nós não mentiremos”.

Com a promessa de que “Nós não mentiremos”, a candidata ao governo do Estado do Amazonas pelo PP, a ex-deputada federal Rebecca Garcia, recebeu o apoio do governador do Amazonas, David Almeida, e confirmou o deputado Abdala Fraxe (PTN) como vice-governador na chapa encabeçada pela economista.

No evento, que aconteceu na tarde de sexta-feira, 16, no Da Vinci Hotel, a candidata ao governo do Amazonas assegurou que há necessidade de se implantar um plano emergencial “onde aquilo que é emergência, tem que ser tratado de maneira emergencial, como a saúde, como a segurança”. Ex-superintendente da Suframa, Rebecca Garcia enfatizou a composição diferenciada do grupo político que a apoia, pois é composto por empresários e profissionais liberais.

Rebecca Garcia também indicou que em sua gestão haverá a preocupação com a atração de investimentos para o Estado e Polo Industrial de Manaus (PIM), principalmente pela repercussão social, como a necessidade de combater o desemprego no Amazonas.

A candidata do PP encerrou sua fala afirmando que o grupo político que lhe dá suporte “vai dar o sangue” para resolver os problemas do Estado.

Eduardo Braga e Marcelo Ramos lançam coligação e falam de plano emergencial para tirar o Amazonas da crise.

“O nosso principal adversário nessa eleição é a crise que se abateu sobre o Amazonas. A crise que está na segurança, na saúde, na educação, na geração de emprego, enfim, em todos os setores do nosso estado. Vamos trabalhar em cima de um plano emergencial para colocar, novamente, o Amazonas nos trilhos do desenvolvimento e da geração de emprego e renda”. Essa foi a tônica do discurso do senador Eduardo Braga durante o lançamento da coligação “União pelo Amazonas”, que disputará a eleição complementar no próximo dia 6 de agosto.

Eduardo Braga falou sobre a dura crise que se abateu sobre o Amazonas. “O desemprego bateu recorde na capital, com 22% da população de Manaus fora do mercado de trabalho. Outros 75% da população economicamente ativa do interior estão sem ocupação econômica”, lamentou o candidato. “Vamos reacender a esperança e alegria do povo do Amazonas. O Amazonas voltará a sorrir”, completou.

“Estamos nos unindo para apresentar um plano emergencial para tirar o Amazonas da crise. A crise que desemprega, a crise que não dá saúde para o nosso povo, que não oferece uma escola de qualidade para a nossa gente”, reforçou Eduardo Braga.

O candidato a vice-governador, ex-deputado Marcelo Ramos, fez uma análise do atual momento político. “Estamos tendo a chance de corrigir o erro que cometemos em 2014. Temos a consciência que foi um erro para o Estado do Amazonas e um erro do ponto de vista jurídico legal, porque o governador foi cassado”, afirmou.

Marcelo falou sobre a união com Eduardo Braga na chapa “União pelo Amazonas”. “Tenho a certeza que, maior que minha vaidade, são os interesses do povo do Amazonas. Eu e Eduardo soubemos discutir com nossas diferenças, buscando uma convergência para entender que o Amazonas tem jeito para sair dessa crise”, comentou.

Eduardo Braga falou sobre a união com Marcelo Ramos. “A minha experiência, o conhecimento adquirido e aprendizado ao longo da caminhada, agora somam com a juventude e o espírito de renovação do Marcelo. Estamos abertos para um debate franco, honesto, corajoso, respeitoso, em cima de um plano de governo que está sendo construído pelas mãos de todos os companheiros que compõem o nosso arco de aliança”, informou Braga.

A coligação “União pelo Amazonas” conta com os partidos: PMDB, PR, PCdoB, PTB, Solidariedade, Avante e PSDC. “Este arco de aliança pode crescer, pois ainda temos muitos dias até o registro das atas”, destacou o senador.

Marcelo Serafim e Sirlan Cohen estão juntos na disputa pelo governo do AM

O presidente  estadual do Partido Socialista Brasileiro, vereador Marcelo Serafim, candidato ao Governo do Estado, selou sua chapa com o administrador Sirlan Cohen, presidente municipal do PMN, como candidato a vice. O anúncio foi realizado durante convenção partidária na manhã desta sexta-feira, 16, na sede do PSB, localizada no Parque das Laranjeiras.

“Na vida pública entendemos que jamais devemos trocar a postura pela estrutura. Nós não podemos fazer a má política.  Uma campanha que tire o Amazonas do buraco que “eles” colocaram. Não somos os responsáveis pela desesperança.  São  “eles” que plantaram a desesperança no coração do povo do Amazonas. E vamos plantar a esperança, com uma Saúde melhor tanto no interior como na capital. Estamos acostumados a ver uma Educação totalmente  desestruturada. Vendo a população do interior tendo que migrar para a capital  em busca de atendimento e, mesmo assim, enfrenta filas de espera. Precisamos acabar com o abuso do tráfico de drogas que traz a criminalidade, a insegurança e o medo para nós. Vamos derrotar a velha escola política. Vamos fazer de tudo para chegar com o pé no segundo turno.  Vamos unidos construir a grande vitória  que o povo espera  de nós”, disse.

O candidato a vice defendeu um mandato voltado para a reconstrução do Estado.

“Não sabemos tudo que vamos fazer no governo,  mas sabemos de tudo que não podemos fazer. Não queremos participar de operações da Polícia Federal como a  Maus Caminhos ou a  Lava Jato . Nosso governo será de construção,  ouvindo a sociedade e com objetivo de reconstruir o que foi destruído na Educação,  na Saúde e na Segurança. Esperança nos dias de hoje representa o 40”, defendeu o candidato.

Amazonino Mendes e Bosco Saraiva juntos novamente

O deputado estadual e líder do PSDB na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), Bosco Saraiva, foi confirmado como vice de Amazonino Mendes (PDT) na coligação que reúne PDT, PSDB, PSD e DEM para a eleição suplementar que ocorrerá em agosto. A chapa foi consolidada na tarde desta sexta-feira (16), na sede do PSDB, localizada no bairro Parque das Laranjeiras.

Filiados, amigos e grandes nomes da política que fazem parte da coligação estiveram presentes no evento que reuniu Bosco Saraiva, Amazonino Mendes e Arthur Neto no mesmo palanque. Ao conversar com a imprensa, o vice da chapa esclareceu momentos da sua vida política e reafirmou o seu compromisso com o povo do Estado.

Bosco Saraiva

“Eu sou soldado do PSDB, um homem experiente e sofrido na vida. Sofri injustiça, perdi por uma perseguição desumana em 2004 quando formei chapa com o Dr. Amazonino Mendes. Aguardei a comprovação da minha inocência para a minha cidade, meu Estado. Tenho uma vida limpa que me honra e honra a minha família. Estou aqui para vencer pelo Amazonas, com o apoio dos maiores políticos desse Estado; que seguramente estão a dar a oportunidade para que mais uma vez se mostre o que é compromisso com o Amazonas, com a grandeza desse Estado, com a responsabilidade e com o povo. É para isso que viemos, para lutar e para vencer pelo Amazonas.”, afirmou Bosco Saraiva.

Amazonino Mendes

Já o candidato a governador pela coligação, Amazonino Mendes, aproveitou a convenção do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) para reiterar o seu compromisso em resolver os problemas que mais afligem a população do Estado.

“O Negão não está em busca de bens patrimoniais e materiais. O Negão jogou fora o pijama porque sente a dor do seu povo. O Negão jogou fora o pijama porque ele sabe que pode resolver o problema das filas dos hospitais, sanar as dificuldades das escolas, melhorar a UEA, melhorar o astral do amazonense, lutar e defender a Zona Franca de Manaus. Eu quero concertar o Estado.”, garantiu Amazonino Mendes.

Arthur Neto

O presidente de honra do PSDB no Amazonas, prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, aproveitou a ocasião para frisar a importância de se zelar pela humildade neste processo político que irá eleger um novo governador para o Estado. Para ele, a aliança é a opção correta para ajudar o Amazonas a vencer a crise.

“Nada de já ganhou, vai ser uma eleição dura, eleição de voto à voto, uma eleição regada pela humildade. A nenhum de nós é permitida a arrogância, prepotência. A nenhum de nós é permitido tratar de maneira inadequada os humildes desta terra. A nossa aliança é para salvarmos o Amazonas, quem escolheu o Bosco Saraiva foram os nossos companheiros, não queremos cargo nenhum, nós queremos trabalho e temos um compromisso com as pessoas. Amazonino é o melhor para tirar o Amazonas dessa crise.”, declarou Arthur Neto.

(Visited 2 times, 1 visits today)

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui