Por Bosco Saraiva*

O Presidente Michel Temer assumiu o Governo Federal na última quinta-feira com um discurso claro, firme e alvissareiro.

Sua fala acalmou muitos setores importantes da nação. Ele reduziu o número de ministérios; assegurou a continuação, com melhoramentos, dos programas sociais já implantados, como exemplo o Bolsa Família; deixou claro a necessidade de apoiar a continuação das investigações da Operação Lava Jato e mais importante, prometeu dar vazão ao sonhado “pacto federativo” que diz respeito a maior autonomia dos estados e municípios, diminuindo a absurda concentração de poderes do Governo Federal.

Temer recebeu de Dilma Rousseff um governo quebrado. Assim como uma família que se atolou em dívidas no último natal e não tem renda suficiente para honrar seus compromissos, o Brasil também encontra-se numa situação de total falência e vai ter que “devolver” o que comprou sabendo que não tinha como pagar.

A situação da previdência social é uma calamidade e para pagar os aposentados, todo mês, o tesouro tem que bancar uma fortuna que poderia estar indo para importantes áreas da vida nacional como saúde, educação e segurança.

Algo precisa ser feito e o Presidente Temer já inicia tratativas nesse sentido junto a trabalhadores e ao Congresso Nacional. Espera-se reformas que destravem a indústria, e sejam implantadas logo para que a confiança dos empresários possa voltar e os empregos que foram perdidos possam retornar, pelo menos em parte, antes do final deste ano.

Muita coisa precisa ser feita para retomarmos o desenvolvimento e botarmos de volta o Brasil nos trilhos do progresso. A esperança retornou com o novo presidente. Desejamos que ele permaneça firme na certeza de que somos um povo maravilhoso, alegre, único no mundo, e que merece ser feliz!

Deputado Bosco Saraiva
Deputado Bosco Saraiva
(Visited 20 times, 1 visits today)

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui