Posse de José Melo Governador do Amazonas

Em cerimônia no Teatro Amazonas, o economista e professor José Melo de Oliveira assumiu o cargo de governador do Amazonas na noite desta sexta-feira, 4 de abril, prometendo dar continuidade aos projetos de seu antecessor Omar Aziz.  “Vamos continuar trabalhando. Temos um governo bem avaliado, companheiros competentes, trabalhadores dedicados que com certeza vão continuar nos ajudando a fazer este governo. O Omar deixa um governo fantástico, o mais bem avaliado do Brasil e eu tenho o dever de dar continuidade a tudo isso”, disse José Melo, em entrevista após a cerimônia presidida pelo presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Josué Neto.

Disse Melo: “Como vocês sabem o governador Omar me permitiu governar junto dele, me permitiu ajudá-lo a criar os avanços alcançados no seu governo. Vou lutar com todas as forças para continuar tudo isso, manter a parceria com as prefeituras, vou continuar com a construção das escolas de tempo integral; destinar recursos para continuar a construção da Cidade Universitária, que é o instrumento que vai ser capaz de transformar esse estado no futuro”, disse o novo governador, ao ressaltar que tudo para ele será prioridade, mas que terá pela educação um olhar diferenciado. “Tudo é prioridade, mas aquilo que mais me engrandece e enche a minha alma é a educação. Só ela é capaz de transformar a vida do povo”.

Sobre a prorrogação da Zona Franca de Manaus, José Melo afirmou que vai continuar as articulações com apoio da bancada federal do Amazonas e a classe empresarial pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição, que prorroga o modelo de incentivo fiscal do Amazonas por mais 50 anos. Ele afirmou que pretende estar em Brasília na próxima semana para conversar com a presidenta Dilma Rousseff sobre o assunto. “É uma luta constante, uma luta de todos nós. Vamos lá na próxima semana para continuar articulando a vitória para o segundo turno na Câmara e encarar mais dois turnos no Senado”, declarou o governador empossado. Por outro lado, ele disse que vai investir nos projetos que visam alternativas econômicas para o interior do Estado.

Obras continuam – José Melo garante que irá dar prosseguimento a todas as obras da administração anterior, com o mesmo ritmo imposto pelo seu antecessor, que deixa o governo com cerca de R$ 4 bilhões em obras em andamento na capital e no interior nas áreas de educação, saúde, segurança e infraestrutura, entre outras.

Programas como o Ronda no Bairro, que está sendo expandido para o interior continuarão sendo prioridade. “Já chegamos a oito municípios e a meta é atingir nos próximos meses todos os 14 municípios prioritários, conforme o que está programado”. Além de Manaus, o programa já chegou a Coari, Tefé, Iranduba, Itacoatiara, Parintins, Manacapuru, Humaitá e Tabatinga e deve alcançar, ainda este ano, Maués, São Gabriel da Cachoeira, Boca do Acre, Manicoré, Lábrea e Eirunepé.

Outro projeto importante que deve receber atenção especial de José Melo é a expansão das escolas de tempo integral. Ainda na educação, o processo de construção da Cidade Universitária, em Iranduba, deverá receber atenção especial, segundo o governador.

Em relação à saúde, José Melo tem entre as prioridades a obra do Hospital da Zona Norte, primeira experiência de parceria público-privada no Estado, cuja primeira etapa está prevista para ficar pronta até o final deste semestre, além de dez unidades em construção na capital e interior. Outras 13 estão recebendo reforma e ampliação. Na área de habitação, José Melo tem a missão de concluir sete conjuntos habitacionais que estão em obra. A administração de Omar Aziz e José Melo foi a que mais construiu casas e apartamentos. São 22,4 mil unidades habitacionais, das quais 15 mil já estão entregues e outras 7,4 mil estão em construção. Outras 13 mil famílias que moravam em igarapés foram reassentadas através de indenização, cheque-moradia e bônus-moradia, recursos que só podem ser utilizados para comprar imóvel.

Experiência – José Melo afirma conhecer bem todo o governo e que vai aliar esse conhecimento à experiência para continuar o bom trabalho que vem sendo feito. “Na verdade, o governador Omar e eu governamos esse Estado a quatro mãos, pois ele permitiu que fosse assim. Desde o primeiro dia de governo, ele me permitiu governar ao lado dele. Essa é uma qualidade do Omar. Se despiu das vaidades e colou o vice ao seu lado e me permitiu ajudá-lo a trabalhar. Isso me fez ser conhecedor de todas as políticas públicas do governo dele e de tudo o que está andando. Portanto, eu fecho os olhos e me imagino dando continuidade a esse volume todo de obras”.

Melo também elogiou a equipe de governo que, segundo ele, ajudou a alcançar excelentes desempenhos na gestão. “Temos uma equipe de trabalho fantástica que permitiu ao Governo do Amazonas e ao governador Omar Aziz serem os mais bem avaliados do Brasil em pesquisa recente”.

José Melo de Oliveira – José Melo de Oliveira (PROS) é economista, formado pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Eleito vice-governador, ao lado de Omar Aziz, no dia 3 de outubro de 2010, pelo PMDB, ele assume o governo aos 66 anos de idade. Foi deputado federal duas vezes, em 1994 e em 1998, sendo o mais votado na segunda ocasião. Em 2002, elegeu-se deputado estadual e, na Assembleia Legislativa do Amazonas-ALE-AM, presidiu as Comissões de Orçamento, Finanças e Tributação.

Nascido em 26 de setembro de 1946, no município amazonense de Eirunepé, na região do rio Juruá, filho de uma família de seringueiros, José Melo iniciou a vida profissional na iniciativa privada. Alfabetizado aos 11 anos de idade, quando a família veio para Manaus, sempre estudou em escola pública e sua história de vida está relacionada à educação, de onde foi alçado à política.

O professor José Melo, como é conhecido, iniciou a vida pública em 1967, lecionando História no Ginásio Estadual Estelita Tapajós, após uma curta passagem pelo Banco Comercial do Pará. Também lecionou na antiga Escola Técnica Federal do Amazonas. Entre 1970 e 1984, atuou na então Universidade do Amazonas, em várias funções, entre elas as de datilógrafo e de diretor do Departamento de Educação e Desportos. Foi Interino na Sub Reitoria para Assuntos Acadêmicos, membro do Conselho Universitário e assessor especial e para Assuntos Acadêmicos. Foi, ainda, membro da equipe que elaborou o Regimento Interno e o Estatuto da universidade com vistas à reforma universitária; das equipes que elaboraram a normatização da implantação da referida reforma e o processo de reconhecimento de 18 cursos da universidade.

Entre 1984 e 1987, foi delegado do Ministério da Educação e Cultura. De 1989 a março de 1991, foi secretário de Educação e Cultura do Estado do Amazonas. Entre 1993 e março de 1994, foi secretário Municipal de Educação de Manaus. Em 1995, voltou a assumir a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Desportos do Amazonas. Também esteve à frente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Amazonas (Idam) e da Secretaria de Estado de Coordenação do Interior (Seint) e atuou como consultor em várias empresas privadas.

Entre 2005 e 2006, foi presidente da Sociedade de Navegação Portos e Hidrovias do Amazonas (SNPH). Ainda em 2006, assumiu a Secretaria de Governo do Amazonas (Segov), onde esteve no comando até abril de 2010, quando se desincompatibilizou para concorrer à vaga de vice-governador, função que ocupou até 4 de abril de 2014.

Atual presidente estadual do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), José Melo é casado com Edilene Gonçalves Gomes de Oliveira, é pai de cinco filhos – Marita, Edson, Vanessa, Jasper Neto e Thaísa e tem dois enteados – Fábio e Érica.

Omar Aziz diz que sai com a sensação de dever cumprido – Ao renunciar ao cargo na noite desta sexta-feira, no Tetro Amazonas e passar a faixa a José Melo, o ex-governador Omar Aziz disse que cumpriu o seu papel como chefe do Executivo estadual. “Saio com a sensação de dever cumprido. Lógico que você sempre quer fazer algo mais. Até o último minuto, você quer fazer alguma coisa”, disse o governador ao desejar boa sorte ao seu sucessor.

“Eu torço muito para que você faça um governo muito melhor do que o que eu fiz”, disse em discurso no qual remontou sua trajetória de vida e política e pontuou as principais conquistas de sua gestão nas áreas de segurança, saúde e educação, com destaque também para a área social, na qual citou programas como o Viver Melhor – Habitação, que adapta casas de pessoas com deficiência física e a vacinação contra o HPV, a qual o estado foi pioneiro no Brasil. “Este é o projeto de governo do meu coração. Ter melhorado as casas, as vidas, destas pessoas me faz feliz, me faz realizado como ser humano e como homem público que sou”, disse.

Sobre os projetos importantes para o futuro, Omar Aziz citou a Cidade Universitária da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), e assim como José Melo, a busca de alternativas econômicas para o interior. “Precisamos, cada vez mais, trabalhar para dar alternativa econômica ao interior. Por isso, decidi construir a Cidade Universitária, para que lá a gente tenha um núcleo pensante que desenvolva conhecimento para levar para o interior”.

Também agradeceu à equipe de governo. “Ninguém governa sozinho. E eu tive uma equipe que esteve comigo e acreditou em projetos e realizou estes projetos. A cada um de vocês muito obrigado. Dos secretários ao mais humilde dos servidores estaduais”.

José Melo e Omar Aziz
Edilene Oliveira, José Melo, Omar Aziz e Nejmi Aziz
(Visited 1 times, 1 visits today)

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui