noticia-camuflada

noticia-camuflada
Nicácio da Silva*

“Não é a política que faz o candidato virar ladrão … é o seu voto que faz o ladrão virar político”.- Gerson Bellanni

Após longas férias estamos de volta com nossa crônica semanal, espero que este ano, seja de muitas alegrias e sucessos para todos, apesar da tragédia acontecida em Santa Maria – RS. Devemos acreditar em tempos melhores. No campo politico a presidente Dilma Rousseff, inicio o ano proclamando a redução nos preços de energia elétrica, sendo um ganho social mesmo que pequeno. Em meio ao clima de pesar pela morte dos estudantes, a Presidente, no encontro com os prefeitos que estiveram em Brasília para reunião anual com Executivo Nacional, deixou claro que não compactuará com a corrupção e desmando com o dinheiro publico.

Para o então presidente Lula, o ano inicia com graves denuncias em jornais de Portugal, que reporta o que a mídia brasileira não divulga. Segundo o Jornal Correio da Manhã, por uso de dinheiro público para promoção pessoal, o Ministério Público Federal (MPF) de Brasília pediu à justiça o bloqueio dos bens do ex-presidente Lula da Silva, a quem acusa-o de improbidade administrativa por ter usado verba pública com claro intento de promoção pessoal.

Notoriamente, a imprensa brasileira não divulgou o fato, que se arrola desde janeiro de 2011, conforme extrato processual da “13ª VARA FEDERAL, classe: 65 – AÇÃO CIVIL PÚBLICA, Juiz: PAULO CESAR LOPES, Data de Autuação: 31/01/2011, Assunto da Petição: 1030801  –  DANO AO ERÁRIO – IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA  –  ATOS ADMINISTRATIVOS – ADMINISTRATIVO Observação:  ASSEGURAR O RESSARCIMENTO DOS BLOQUEIO DOS BENS DO LULA!” Talvez seja por serem  muito bem pagos pelo PT para protegê-lo.

O bloqueio de bens tem como finalidade garantir a devolução aos cofres públicos de quatro milhões de euros que Lula, segundo o MPF, usou indevidamente. A ação interposta pelo MPF refere-se ao gasto desses quatro milhões de euros com a impressão e o envio pelo correio de mais de dez milhões de cartas enviadas pela Segurança Social a reformados entre Outubro e Dezembro de 2004, segundo ano do primeiro mandato de Lula.

A missiva avisava os reformados que um convénio estabelecido entre a Segurança Social e o até então desconhecido Banco BMG lhes permitia a partir de então pedirem empréstimos a juros baixos e sem qualquer burocracia àquela instituição bancária, com o desconto das parcelas sendo feito diretamente nas reformas.

Até aí não haveria problema, não fossem dois detalhes, que chamaram a atenção dos promotores. O BMG, único banco privado a ser autorizado na altura a realizar esse tipo de empréstimo, conseguiu a autorização em menos de duas semanas, quando o normal seriam vários meses, e as cartas, simples correspondência informativa, eram assinadas por ninguém menos que o próprio presidente da República, algo nada comum para esse tipo de aviso.

Para o Ministério Público, não há dúvida de que Lula e o então ministro da Segurança Social, Amir Lando, que também assinou as cartas e é igualmente acusado na ação, usaram a correspondência para obterem promoção pessoal e lucro político e que a ação do presidente da República favoreceu a extrema rapidez com que o BMG conseguiu autorização para operar o negócio, desrespeitando as normas do mercado. A 13.ª Vara Federal, em Brasília, a quem a ação foi distribuída, ainda não se pronunciou sobre o pedido do MPF.

Isso é a pontinha do iceberg. Se resolverem investigar fortemente o BNDES e Eike Batista iremos chegar a pelo menos US$ 40 bilhões segundo a revista americana FORBES. Os PTralhas estão doidos com a notícia se espalhando. Se você ainda é PTista, e continua votando nessa quadrilha, boa sorte, continue assim, e deixará um belo futuro brasileiro para seus filhos e netos.

*Perfil do Articulista: Clique aqui.
[email protected]
www.manacaemfoco.blogspot.com

(Visited 41 times, 1 visits today)

Comente esta matéria

Please enter your comment!
Informe seu nome aqui